Casamento com sabor de infância: Luciana + André

26 novembro 2014

Luciana e André se conheceram na escola quando tinham apenas dez anos de idade. Estudaram juntos na mesma sala por quase a vida toda, desde a quarta série (com exceção do primeiro ano) até se formarem. Durante esse tempo eles cresceram, se tornaram grandes amigos, marcaram a história de vida um do outro, amadureceram e descobriram que desde o ínicio havia amor entre eles.  Juntos como namorados há seis anos, decidiram dizer o sim para sempre!

Eles queriam que o casamento fosse a celebração do amor deles. Optaram por ter por perto naquele dia as pessoas mais especiais para eles, e também os fornecedores em sua maioria foram amigos ou profissionais que faziam parte da história dele. Por isso a noiva optou por ter o seu vestido feito pela costureira da família e a maquiagem e cabelo feitos pela amiga que sempre a produziu.

Os noivos também fizeram questão de desenvolver um kit de pessoas especiais para os padrinhos, desde a caixinha até a arte.  “Em cada caixinha tinham quatro garrafinhas de vidros com tampa de rolha. Cada garrafinha do kit energia tinha um adesivo com nossos desejos para os especias. Dias de sol e proteção (dentro da garrafinha licor de maracujá – tinha que ser algo amarelo/sol); Cheiro de mato e prosperidade (dentro dessa garrafinha ervas); Banhos de mar (garrafinha com sabonete liquido azul) e Cafuné com afeto e amor (garrafinhas com balinhas de coração rosa e vermelha).”

As lembrancinhas também tinham que ser especiais, com sabor de infância, assim como o amor deles! Por isso nada melhor que algodão doce! E da mesma forma todo o resto foi carinhosamente pensado e selecionado, todos os detalhes, convidados e fornecedores. Precisava ter amor e sentido em tudo! E não só teve como transbordou...

LudmilaLoureiro-000Untitled

LudmilaLoureiro-003Untitled2 LudmilaLoureiro-009Untitled3Untitled4

.................................................................................................................................................................

Lembrança mais doce

Sem dúvida alguma a energia. Tudo conspirou para ser bem do jeitinho que sonhei.O dia estava lindo, com um céu translúcido de tão limpo. E com minhas duas paixões naturais: sol e vento. Apareceram pássaros, tucanos e um cachorro não sei de onde... E, enquanto escutava a música de entrada do Dé e dos padrinhos, rezava. Uma leveza e serenidade difícil de descrever. Eu senti o momento em detalhes, com uma plenitude ainda não experimentada por mim. E naquele momento tão meu com minha espiritualidade, no céu ainda azul, o esboço da lua. Nesse esboço, “São Jorge”. Mesmo não sendo devota de santos, sei que é o santo de fé do meu pai. E meu pai ali, ao meu lado, de mãos dadas, sem falar nada, também só olhou para os céus. Cada um com seu silêncio, em prece. Me senti envolta de uma força e de uma emoção enorme. Me senti tão protegida. Mas acho que lágrima derramada teve só quando consegui ver o Dé no altar. A nossa proposta de cerimônia “circular” adiou por alguns passos esse instante. E ah, como ele estava lindo. Um príncipe irradiando luz. O simbolismo desta entrega foi muito especial. Do meu pai, homem da minha vida desde sempre, para o meu marido, homem da minha vida para o sempre. E aí tudo foi abençoado. Durante a festa alguns convidados me abordaram para falar do momento da leitura dos votos. Da energia da cerimônia. Que pássaros gritavam cantos enquanto fazíamos os votos. E após o casório, o comentário mais geral foi a energia do casamento. De como as pessoas se entregaram na pista de dança...que tinha algo diferente naquele dia e etc e tal. De convidados, a fornecedores o retorno foi especial em relação a energia do dia 06/09/14.

.................................................................................................................................................................

LudmilaLoureiro-030Untitled11 LudmilaLoureiro-031Untitled12 LudmilaLoureiro-034 LudmilaLoureiro-039 LudmilaLoureiro-040 LudmilaLoureiro-041LudmilaLoureiro-043 LudmilaLoureiro-044 LudmilaLoureiro-045 LudmilaLoureiro-046 LudmilaLoureiro-047 LudmilaLoureiro-048 LudmilaLoureiro-050

.................................................................................................................................................................

Valeu a pena? Faria tudo de novo?

Muito. Sem dúvida alguma. Trabalho com produção (só que audiovisual) e sem dúvida alguma produzir o nosso casamento foi a mais gostosa e desafiadora produção. Cansativo? Sim. Até porque nesta produção fui fornecedor e cliente ao mesmo tempo e isso gera um certo conflito de identidade!rs. Mas sim! Faria tudo de novo.

.................................................................................................................................................................

Untitled10LudmilaLoureiro-023Untitled5 Untitled7LudmilaLoureiro-065 Untitled8LudmilaLoureiro-022 Untitled9 Untitled6 LudmilaLoureiro-051

.................................................................................................................................................................

Conselho para quem está planejando o casamento

Ter sempre como foco o real sentido do casamento: a celebração do amor. Percebi que é comum, após alguns passos já dados no processo de organização, você se sentir aflita ou sufocada com tanta possibilidades que o mercado oferece. Para tudo tem uma invenção, um custo. Mas e aí? Faz algum sentido para os noivos? É de fato necessário para celebrar uma união? E, para evitar esse desconforto, as vezes, é preciso parar e rever tudo que desde sempre você sonhou com seu noivo. O que é a cara de vocês. O que tem o jeito de vocês. Dentro das possibilidades de vocês. E a prioridade de vocês (noivos). O mais interessante é o casamento, mesmo não sendo do gosto de um ou de outro convidado, poder ser sentido como um casamento a “cara dos noivos” por todos ali presentes. Fica mais fácil todo mundo sair do padrão e entrar no clima de celebrar o seu amor e o amor como um todo. Exemplo: eu casei descalça e a convidada mais clássica acharia estranho se me visse casando calçada. Por ser uma cerimônia menor, 90% dos convidados sabem da minha relação com a natureza, da necessidade de pisar na grama, na terra, no andar descalça para me sentir bem. E não permitiria qualquer formalidade que o termo casamento um dia exigiu me fazer viver o momento mais especial da minha vida sem está conectada com tudo que me faz bem. Casei com o vestido que minha costureira de sempre fez, com a maquiagem feita pela amiga que sempre me arrumou... Não quis unhas de gel, nem unhas francesas (no dia a dia nunca uso). De não meu, apenas o cílios (rs!). O celebrante foi um amigo da família e que sempre tivemos uma admiração pelo homem de fé que é, pelo SER especial que é e pela família que ele construiu (eu e Dé o conhecemos desde os 10 anos). E por isso a ideia do convite para ele fazer algo ainda inédito na vida dele. Descrevo isso, porque por instantes iniciais me vi atrás de estilistas tal, pesquisando o maquiador top, o celebrante que falasse mais lindo de acordo com os blogs e várias outras referências padrões que só iam distanciando o meu sonho de mim e o aproximando do contexto casamento ser um evento e não minha celebração de amor... Mas sim. Existe (e é necessário no meio do turbilhão) o momento repensar. Afinal, no momento mais especial da minha vida é que precisaria estar mais eu possível. Precisava estar inteira e cercada das pessoas que tanto sabem sobre nós... E garanto, sem tantas referências e padrões do mais usado, foi mais fácil e bem mais leve para nós.

.................................................................................................................................................................

LudmilaLoureiro-052 LudmilaLoureiro-053Untitled14LudmilaLoureiro-058 LudmilaLoureiro-063 LudmilaLoureiro-064 Untitled15LudmilaLoureiro-066

.................................................................................................................................................................

Vestido: Marlene (costureira da noiva) | Maquiagem: Tânia Bittencourt | Decoração: Odette Castro | Celebrante: Eustáquio, amigo da família | Buffet, doces e bolo: Sandra Cardinali | Algodão Doce: Doces, Gostosuras e Travessuras | Cerimonial: Sacramento Cerimonial | Música cerimônia: Luna – Músicas para Evento | Banda recepção: Camarão de Rama | Fotografia: Ludmila Loureiro | Vídeo: Coelha Produtora | Convite: Bolacha Doce | Local: Sítio Bodocó

......................................................................♥♥♥♥♥♥♥♥...............................................................................

Esse casamento teve fornecedor que é membro do Dream Team Berries and Love.

Odette Castro faz parte do nosso Guia de Fornecedores. Conheça mais profissinais para o seu grande dia no nosso Guia.

......................................................................♥♥♥♥♥♥♥♥...............................................................................

  • Juliana Freitas

    Lu é uma simpatia!
    O casamento foi lindooo! As fotos da Lud me encantam!
    Deus continue abençoando o relacionamento de vocês, Lu!

    • Berries and Love

      Você esteve presente Juliana? Deu para sentir daqui o amor tranquilo entre eles! :)