Casamento em igreja em Tiradentes | Janaina + Irdes

8 julho 2016

Janaina é de BH e Irdes do Rio de Janeiro. Eles se conheceram durante o período da faculdade em São João Del Rey mas foi só quando se reencontraram, dez anos mais tarde que a história de amor entre eles começou. Durante toda a vida ele dizia que não se casaria antes dos 30 anos e ela tinha uma condição para se casar: tinha que ser em Tiradentes. E adivinhem só onde foi o destination wedding do casal para 180 convidados? Justamente em Tiradentes, que fica entre as duas cidades natais.

Durante os preparativos os noivos e a mãe da noiva formaram um “dream team” e trabalhavam sem parar no ateliê do amor. Juntos criaram tags, menus, placas de reservados, sousplats de crochê, lágrimas de alegria, porta guardanapos de pérolas, toalhas bordadas em ponto cruz para presentear as madrinhas e muito mais! A proposta era um casamento aconchegante, rústico, elegante e que estivesse em consonância com a cidade histórica. “Adoro casamentos majestosos, mas eles não me inspiram. Acho que por isso adoro o Berries and Love, pelas inspirações intimistas, pela aposta nos detalhes e no ponto de afeto de cada casal. Os casamentos têm feito cada vez mais parte de uma indústria lucrativa e que, por vezes, torna muito impessoal aquele momento. Da nossa parte, resolvemos apostar no que havia de mais singular na nossa parceria e achamos que funcionou.” Janaina.

No dia do casamento vieram convidados de vários estados do Brasil! Vários deles se hospedaram na mesma pousada que os noivos e o dia do casamento que amanheceu nublado começou com um delicioso e divertido café da manhã. Mas não pense que não teve nenhum contratempo, pelo contrário! A florista esqueceu o sapato da noiva, a mãe da noiva perdeu a roupa do pajem por alguns minutos, a noiva chegou atrasada no seu dia de noiva e o carro que a levou para a igreja não estava acionando o pára-brisas! Mas nada tirou o encanto desse dia especial sonhado e planejado com tanto carinho. No final tudo foi muito melhor do que eles poderiam ter imaginado!

Making Janaina

Festa

Festa

Festa

Festa

Festa

Festa

Festa

Festa

Festa

Making Irdes

Making Irdes

...........................................................................................................................................................

Valeu a pena? Faria de novo?

“Entrei sozinha por aquela capela iluminada afora, uma homenagem à memória do meu pai que me acompanhava em um camafeu atado ao laço de renda que amarrava o buquê de rosas e suculentas. Foi mágico, como jamais pensei que seria. Nunca tive o sonho de ser princesa, de usar um vestido de noiva ou qualquer outra ideia do tipo, mas sempre apostei no amor. Era isso, a confirmação de uma aposta. Uma aposta no amor. Uma decisão.
As palavras que nos ofertamos naquela cerimônia demarcaram um percurso de vida, nosso re(encontro), “em um tempo lógico... na hora certa”... “fundar reinos, nem tão encantados, ondes belas não adormecidas, encontram cavalheiros reais”.

Já estou aguardando as bodas, isso responde?”

...........................................................................................................................................................

Making Janaina

Making Janaina

Making Janaina

Making Janaina

Making Janaina

Making Janaina

Making Irdes

...........................................................................................................................................................

Lembrança mais doce

“Saímos de lá, todos emocionados, e desejando comemorar o amor! A festa foi leve, divertida, com direito a uma banda de amigos muitos queridos tocando para nós! Enquanto noiva, me esbaldei! Está aí o cine wedding que não me deixar mentir com o penteado não impecável no fim da recepção. O noivo? Embora “inibido”, chegou a rolar na grama de alegria! risos. Sim, ele literalmente se jogou!

Marcou-me profundamente o agradecimento dos fotógrafos e da equipe de filmagem por terem tido o “privilégio” de trabalhar  no casamento, segundo eles, já podemos dar assessoria no assunto... risos!”

...........................................................................................................................................................

 

Cerimonia30

Cerimonia

Cerimonia

Cerimonia

Cerimonia

Cerimonia

Cerimonia

Cerimonia

 

...........................................................................................................................................................

Conselho para quem está planejando o casamento

“Penso que o casamento precisa refletir o estilo do casal, portanto, não há regras, protocolos. Invista naquilo com o que vocês se identificam, apostando nos detalhes e numa atmosfera acolhedora. Além dos noivos, os convidados também precisam se sentir bem, entendendo que tudo ali foi pensando para recebê-los da melhor forma possível. Ouvimos muito isso dos nossos amigos e familiares, o que foi muito gratificante. E jamais se esqueçam de contratar profissionais que façam o que gostam! Tivemos somente alegrias com nossos “fornecedores-parceiros”.”

...........................................................................................................................................................

 

Noivos

Noivos

Noivos

Noivos

...........................................................................................................................................................

Vestido: Casamenteira |  Cabelo e make up: Maria Leopoldina  | Terno do noivo: Vila Romana | Igreja: Igreja Nossa Senhora do Rosário – Tiradentes  | Recepção:  Candonga da Serra | Buffet: Cecilia Resgalla | Móveis rústicos: Móveis GF  | Cerimonial: Silva Toledo | Fotografia: J Viegas | Filmagem: Alecrin Fotocine  | Músicos (igreja): Quinteto Mozart | Banda: Mosh Lab  | DJ: Thiago Lovatto | Bombons e pães de mel: Di Ferri |  Bolo: Sandra (São João del Rei/MG) | Doces caramelados: Maria Carmem (São João del Rei/MG) | Sousplats, porta-alianças e lágrimas de alegria: noivos e mãe da noiva