Casamento no campo: Natasha + Dudu

25 junho 2015

Uma das qualidades que eu mais admiro nas pessoas é a capacidade de amar o outro de forma verdadeira, intensa  e profunda. De graça, sabe? E sem medo ou vergonha de demonstrar! E se essa pessoa que ama dessa maneira for um homem, então meu coração não aguenta!

Quando vi as fotos do casamento da Natasha e do Dudu me identifiquei de cara! Um casamento alegre, cheio de pessoas queridas, com muito verde, sorrisos e emoção! Vi a foto do noivo completamente apaixonado e todo bobo em ver a amada vindo em sua direção e me emocionei! Mal sabia eu que o melhor estava por vir! O noivo escreveu um texto contando como eles se conheceram e eu me peguei rindo, chorando e suspirando! Como é lindo ver pessoas que assumem que amam. O amor é para quem não tem medo de ser feliz! GAB_7321

 

 

Screen Shot 2015-06-24 at 11.41.36 PM

“Eu nem sei exatamente desde quando eu e a Natasha nos conhecemos. Nossos pais, embora não fossem amigos próximos frequentavam o mesmo clube, onde eu e os irmãos da Natasha jogávamos futebol juntos desde muito pequenos, a AABB. Engraçado, pois a Natasha sempre diz que nos conhecemos desde os 4 anos. Não sei exatamente de onde os ‘4 anos’ vem, mas eu costumo concordar.

Eu me lembro vagamente da primeira vez que eu vi a Natasha (isso depois de já ter idade suficiente pra ter uma memoria de fato). Eu estudava com a Bruna, irmã mais velha da Natasha. Me lembro dos comentários no colégio serem de que a Bruna era muito bonita, mas a irmã dela, era simplesmente incrível. Mas como ela era mais nova, ela estudava na parte “de baixo” do colégio, onde o primário ficava, enquanto eu e os irmãos dela estávamos “la em cima”.

Um dia, descendo as ruas do colégio, me lembro de passar pela Natasha e algum dos meus amigos comentar: “essa é a irmã da Bruna”. Eu só me lembro daquele par de olhos azuis brilhando no meu caminho. Impossível de esquecer. Alguns bons anos se passaram, e um dia enquanto eu tocava com uma antiga banda em um bar da cidade, uma amiga em comum levou a Natasha pra nos prestigiar. Acho que aquela foi a primeira vez que eu vi a Natasha como mulher, e não mais como a irmã mais nova dos meus amigos. Ela devia ter uns 14 ou 15 anos, e eu me lembro cada detalhe daquele momento. Ela sentada do lado de uma escada na entrada do bar, encostada na parede, blusa amarela florida, calca jeans clara e simplesmente a mulher mais linda que eu já vi. Ali, naquele exato momento eu me apaixonei pela Natasha pela primeira vez, e eu nunca vou esquecer desse dia. Me lembro exatamente de pensar ‘meu Deus do céu, que menina linda, acho que ela é simplesmente a descrição exata que eu daria pra mulher mais bonita que eu pudesse imaginar’.

Dali em diante foram muitos e muitos encontros e desencontros. Ela era daquele tipo de mulher que eu sabia que tinha uma (e só uma) chance de fazer tudo certinho. Não podia deixar essa chance passar. Paciência era a chave pra esperar a hora chegar. Ao longo dos anos, além da beleza que eu ja me rendia a tempos, a admiração que eu tinha por ela como mulher resolvida na vida crescia mais e mais. Ela era a nossa amiga mais nova que ja tinha conquistado mais coisas e em menos tempo. Tudo a custo do próprio trabalho. Pra mim era mais uma coisa que somava a ideia de uma mulher que eu gostaria muito de construir um futuro junto, que eu sabia que tinha os mesmos valores que os meus.

Um dia, num desses acasos da vida, eu estava fazendo uma viagem pra Ilha Grande no RJ sozinho. De repente, enquanto eu surfava em uma praia que so era possível acessar de barco ou depois de uma trilha de duas horas sem acesso a carros, olho pro lado e la estava ela e uma amiga curtindo a mesma praia. Como sempre, passamos a tarde conversando dando risada até que nos despedimos e ela foi embora. Em um momento de epifania, percebi que talvez aquele fosse o momento pra ficarmos juntos, corri atrás dela como que corre atrás da mocinha de um filme. Mas nao era para ser. Mais uma vez seguimos rumos opostos..

Um tempo depois fui morar em Sao Francisco nos EUA. E por algum motivo, a saudade apertou. Começamos a nos falar com mais frequência e quase namoramos a distancia, mas mais uma vez as coisas não foram pra frente.  Logo após a California, fui morar em Sydney na Australia, onde morei de 2009 à 2012. Por volta dessa mesma época, a Natasha decidiu tirar um período de ferias e foi morar em Nova Iorque. Por coincidência eu estava me mudando pra Boston, que fica a algumas horas de la. Antes de ir para Boston eu estava lançando um CD e o Diogo, irmão da Natasha que sempre foi um grande amigo meu, era o baterista da nossa banda. Em um dos almoços na casa da família dela a Natasha ligou para casa para conversar com os pais, e por acaso eu estava lá. Foi aí que eu descobri que ela estava em Nova Iorque e ela descobriu que eu estava indo para Boston. Maior coincidência ainda era que ela estava de passagem comprada pra Boston no dia que eu chegava por la! Nos encontramos e matamos a saudade como velhos amigos. No final de semana seguinte foi a minha vez de retornar a visita. E a partir daquele fatídico final de semana nunca mais nos separamos =)

Passei os próximos meses pegando o ônibus que ia de Boston para NY quase todo final de semana. A Natasha eventualmente voltou para o Brasil por uns 3 meses, e depois disso nos mudamos para um apartamento juntos em Boston. Ficamos em Boston ate agosto de 2013, quando voltamos juntos para Sydney. Muitas viagens, muitos amigos, muitos sufocos também, mas nosso um ano e meio na Austrália foram muito felizes. Conhecemos vários países, varias culturas diferentes e deixamos muitas lembranças boas por lá.

A vida longe de “casa”, da nossa família e amigos pode ser difícil as vezes. A gente se adapta, mas nossas vitorias são sempre só nossas. E não temos muitas oportunidades de dividir aqueles momentos únicos com quem a gente mais gosta, aquele abraço de pai e de mãe que só eles podem dar. Por isso esse dia é tão importante pra gente, como foi o nosso noivado. Sem muitos luxos ou festas, mas cercado de quem a gente mais ama. E é isso que queremos comemorar no nosso casamento. Hoje moramos em Portalnd nos EUA. Nos mudamos há pouco menos de um mês e ja nos sentimos muito bem acolhidos por lá. Embora nossa historia já tenha uns 30 anos, parece que é so agora que ela realmente começa. Cheia de esperança, de alegria, muito respeito e amor. E temos certeza que o melhor ainda esta por vir. “


GAB_6532BEA_4094sem título-40sem título-49natasha e dudu-76 sem título-88sem título-102BEA_4649BEA_4819BEA_4964

.

..............................................................................................................................................................

Lembrança mais doce

Acho que a energia do dia... não estava esperando sentir uma energia tão positiva e forte como sentimos. Principalmente porque moramos fora do Brasil e não temos a oportunidade de ver todos que queríamos ver sempre, então ter todos ali foi uma emoção muito grande. Foi muito especial.

...............................................................................................................................................................


sem título-215BEA_5057BEA_5014BEA_5063GAB_7201BEA_5102BEA_510511668020_10153414538928205_1039464609_nBEA_5191new mesmoGAB_7401BEA_5301GAB_7431BEA_5313

...............................................................................................................................................................

Valeu a pena? Faria de novo?

Ô se valeu!!! O engraçado é que nunca foi meu sonho se casar, nunca consegui me imaginar em um vestido de noiva. Nem minhas amigas conseguiam... Mas valeu muito a pena, foi um dia muito especial e queria voltar para aquele dia várias vezes. Com certeza faria de volta.

...............................................................................................................................................................


11195483_10153414390693205_1997612220_n BEA_5546sem título-122BEA_6170

...............................................................................................................................................................

Conselho para quem está planejando o casamento

Eu fui uma noiva meio “diferente” como alguns fornecedores falaram, acho que por já ter trabalhado com eventos e por estar em um momento bem corrido da minha vida naquela época (meu noivo teve um problema de saúde e ficou um tempo no hospital em Sydney, depois mudamos de Sydney na Australia para Portland/Oregon) estava tão tranquila quanto ao casamento que falaram em alguns momentos que eu estava tranquila até demais e tinha que sentar para decidir as coisas de uma vez.

Mas o conselho é que faça tudo com calma, com antecedência , faça uma pasta secreta no Pinterest com todas as ideias e coisas que você gosta e vai achando por lá. O Pinterest foi uma ferramenta essencial no nosso casamento, ajudou mto e nos deu várias ideia. E assim fica mais fácil mostrar para os fornecedores o que você imagina no seu dia, pois as vezes explicar é difícil! Lá você consegue várias ideias de coisas que nem teriam passado pela sua cabeça.

Outra dica é faça o noivo participar de todas as etapas também. Tente deixar o casamento com a cara de vocês e não com a mesma cara de todos os outros casamentos. Mesmo se os outros acharem a ideia maluca, faça. No nosso casamento teve um food truck na madrugada. Quando falei que queria um caminhão de comida lá na madrugada algumas pessoas falaram que não teria nada a ver e que era uma ideia maluca. Acabou que foi uma das coisas mais comentadas do casamento e todos gostaram muito.

...............................................................................................................................................................

BEA_6629GAB_9309

Lembrancinhas -> As lembrancinhas foram um kit viagem, convidando todos os convidados do casamento a visitarem os noivos em Portland. Era uma sacolinha com um mapa de Portland, sinalizando casa dos noivos, um money/passport belt (aquelas pochetes de usar embaixo da roupa para viagens) e um Benedito.

BEA_6360sem título-116BEA_7348

...............................................................................................................................................................

Fotografia: Luz do Sagrado | Local: Rancho MC | Buffet: Tomate Cereja | Food Truck: Nebraska Burger | Bolo + Doces: Chef Cristiano Machado | Bolinhos lembrancinhas: Beneditos | Decoração + buque + lapelas: Casa Blanca Design Floral Mobiliário: Madera | Banda de Jazz: Thalita Ferronato | DJ’s Vega Djs | Filme: Hai Filmes | Bar: Crazy Flair | Cabelo e Maquiagem: Ana Deliberador | Vestido de noiva: Maggie Sottero | Cerimonial: Ryo Eventos | Celebrante: Reverendo Carlos Alberto