Felizes para sempre: Manoel + Eliane

2 dezembro 2015

(Este post tem trilha musical! Aperte o play!)

Hoje em dia é muito comum vermos as pessoas preocupadas querendo ser felizes (quem não quer?). Mas e quanto a fazer outra pessoa feliz? Cada vez mais o “outro” vem depois do “eu”. E cada vez mais vemos pessoas dispostas a divorciar e abrir mão da promessa feita um dia em função da sua própria felicidade. Mas que felicidade é essa? Fomos feitos para amar. Eu sou feliz à medida em que faço o meu marido feliz. Não existe casamento feliz e duradouro sem essa certeza: me casei para fazer o outro feliz. Saber ser feliz com a felicidade do outro é que é a chave para um casamento de sucesso!

Eliane está casada há mais de 33 anos e no dia do seu casamento ela decidiu: ia fazer dar certo. Ela tem cumprido a promessa todos os dias, os bons e os maus. Basta olhar para o sorriso deles, o jeito que se olham e a forma em que apertam a mão um do outro. Eles decidiram continuar se amando todos os dias e preservar o romance que conheceram ainda na pouca idade. São a prova de que quem pensa que romantismo é coisa de jovem, de solteiro está totalmente errado. A vida é MUITO melhor com romance, com amor. Feliz é quem sabe cultivar o que realmente importa. O namoro começa no casamento! 

IMG_6

Recentemente Eliane e Manoel decidiram fazer uma sessão de fotos mesmo que sem saber o quanto isso ia mudar a vida deles. Eles sabiam que se amavam, agora todo mundo sabe também! Que esse amor nos sirva de inspiração. É sim possível viver uma vida inteira sentido o mesmo frio na barriga daquele primeiro dia. Não é utopia, é coisa de quem sabe ser feliz!

Screen Shot 2015-10-02 at 1.22.24 AM

“Conheci Manoel na faculdade. Soube que ele me paquerava há mais de um mes. Dei um gelo nele de mais de três meses. Ele não se parecia com o príncipe dos meus sonhos.
Um dia eu o deixei conversar comigo. Foi o dia em que minha vida mudou... Percebi que aquele sapo era o melhor príncipe do mundo e exatamente o que eu procurava  pra minha vida.

Mais três anos nos casamos e naquele dia eu tomei uma decisão: iria dar certo. Acho que ele tomou a mesma decisão. Foram dias de alegria e desafio, mas cada um deles valeu a pena. Planejamos cada um dos filhos que viriam e fomos surpreendidos por 4 deles em tempo recorde. Ele me enche de carinho e me chama de linda , maravilhosa e outras coisinhas mais todos os dias destes trinta e seis anos (contando os três de namoro). Me chama de namorada onde quer que vamos.

Eu o admiro por seu despreendimento em nos fazer felizes.  Assim temos vivido nossos dias como casal. Quando um está frágil o outro usa o super poder da proteção e incentivo e vamos vendo os dias vindo. Não consigo imaginar o que seria sem ele e o vejo afirmando o mesmo sobre mim.  Acho que estamos fazendo o certo. Há uma sensação lá no fundo que nós dois sempre fomos um.”

IMG_2IMG_3 IMG_4 IMG_5 IMG_7IMG_9 IMG_20 IMG_21 IMG_1 IMG_06IMG_10 IMG_11 IMG_12 IMG_13 IMG_14IMG_15 IMG_16 IMG_18 IMG_19

Lindo depoimento da Eliane sobre o que a fotografia causa em todos nós:

“Daniel  me chamou para ir fazer umas fotos.  Não sei porque eu aceitei. Não gosto muito de fotos. Ele sugeriu as roupas e eu preparei tudo. Todo o tempo sem entender porque. Na véspera pensei em desmarcar e torci para que chovesse. ahahaha Ainda bem que não choveu! Chegamos ao local e decidi: já estou aqui vamos ver no que vai dar. Meu marido entrou na brincadeira e a todo momento me dizia piadas que me faziam rir...
No dia em que vi as fotos levei um susto. Estas fotos me revelaram a mim. Me lembraram de sentimentos, situações, alegrias e desejos que eu pensava não demonstrar para ninguém. Vi que eu os mostro no olhar, nos gestos . Vi meu amor por meu marido fotografado. Nem sabia que poderia fazer isso. Acredita que estou pensando em fotografar ano que vem?”

..............................................................................................................................................................

Fotografia: Daniel Freitas

-> Música: Fly me to the moon – Olivia Ong

[:]