{Resultado} Um amor Berries – Elopement Wedding

8 maio 2017

Sei que muita gente deve estar morrendo de ansiedade para esse post,  e eu confesso que eu também! Eu e toda a equipe do projeto #umamorBerries – Elopement Wedding mal podíamos esperar para conhecer o casal mais apaixonado e mais interessado em ganhar um casamento a dois completo!

Mas antes de anunciar o casal vencedor eu queria de coração agradecer às centenas de pessoas que se inscreveram! Li com muito carinho cada uma das histórias e das mensagens que carinhosamente direcionaram a mim. Meu coração sorriu e chorou diversas vezes e se eu pudesse daria um casamento completo para cada um de vocês! Todas as histórias são lindas e de fato todos merecem ser muito felizes!

Mas como temos que escolher apenas um, contei com a ajuda da Manu e Andresa da Fica Vai Ter Bolo Assessoria e da Kell do Atelier Girardi para a escolha do casal vencedor. Esse casal nos conquistou pela riqueza de detalhes, e por alguns minutos pudemos sentir um pouquinho de como eles se sentem quando se olham e se tocam. Sabe quando alguém acaba de conhecer o amor da sua vida e vai correndo contar para a sua melhor amiga? Tão fofo! Mas o que amamos nesse casal é que eles mantêm esse brilho no olhar e no falar mesmo depois de mais de 4 anos juntos! Como não amar?

Um amor Berries - resultado

O casal vencedor é a Evelyn e o Eduardo! Parabéns casal! Vocês acabam de ganhar um casamento dos sonhos completo, com alguns dos melhores fornecedores desse Brasil! (Vamos entrar em contato hoje ainda com vocês!)

Convido todos vocês a conhecer esse amor que nos conquistou e que com certeza vai tocar o seu coração também!

“Eu, Evelyn, toco violino numa orquestra e, certo dia, fomos tocar num anfiteatro de uma universidade, e adivinhem quem estudava lá? Isso mesmo, o Eduardo! Eu não conseguia ver ninguém na platéia porque normalmente, na área na qual ela está, fica bem escuro. Mas, de acordo com o Eduardo...bem, deixemos ele dizer:

‘A primeira vez que a vi, estava sentado na platéia ,aguardando o início de uma cantata de natal, que seria feito por uma orquestra e coral, foi quando algo me chamou a atenção no corredor da entrada que dava acesso ao palco... ela desfilava, flutuando no ar, com seus cabelos ruivos, uma visão única; daquele ponto em diante, ela tinha toda a minha atenção, aquela apresentação pareceu uma eternidade, cada música que era tocada, imaginava um futuro com aquele anjo para todo sempre, e seus movimentos com o arco e o violino eram notas que me arrastavam para profundos pensamentos de carinho e ternura. Percebi então, que não era só um dia qualquer, entendi que havia encontrado a mulher dos meus sonhos, e aquilo no qual não acreditava aconteceu... amor à primeira vista.

Mas é claro que não podia sair dali sem uma memória, tirei uma foto daquela garota de cabelo vermelho, e do caminho da universidade até minha casa, todos meus pensamentos estavam nela. Ao me deitar, fiz uma oração a Deus, que ela fosse minha princesa e eu o seu príncipe, só então adormeci.

Passado alguns dias, tive de tomar uma difícil decisão de mudar de igreja, mas fui guiado pela mão divina e aceitei o novo rumo. No meu primeiro culto dominical, algo surpreendente aconteceu, sentado em minha cadeira, aguardando o início da liturgia, vi um anjo entrando pela porta da sala, e não era qualquer anjo, era meu anjo de cabelos ruivos, ali percebi que nada era por acaso, e que meu pedido foi concedido... eu seria seu príncipe e ela minha princesa.

Passado alguns dias, descobri que ela era uma modelo internacional e que viajaria para os Estados Unidos e Paris em poucos dias, e ficaria por vários meses, longe de casa, longe de mim. Os meses passaram, minha paixão, se transformou em admiração, e logo depois, num amor platônico, de um simples plebeu pela bela princesa.  Depois de vários meses, ela voltou mais bela do que nunca, e a vi novamente na igreja, quando fiquei paralisado a olhando de tal forma que ela percebeu, se intimidou e ficou envergonhada, mas tudo bem, não conseguia me aproximar dela pessoalmente mas sabia que ela tinha me visto.

Em uma conversa com um amigo próximo de sua família, ele me confessou que aquela princesa sabia de minha existência, e mais, que demonstrou interesse por mim, foi o suficiente para tomar uma atitude desesperadora...em poucos dias enviei um e-mail a ela, e iniciamos uma conversa, que daria início a uma amizade.’

Ufa! O Eduardo não poupou palavras rs. E então, depois de algumas trocas de e-mails, marcamos de nos encontrar. Fomos para um parque pela manhã e conversamos como se já nos conhecêssemos! Subimos um monte que não ía quase ninguém, e de lá de cima, víamos partes de quatro cidades; eu estava distraída com a vista quando uma rosa colombiana aparece na frente do meu rosto, era o Eduardo me surpreendendo.

Almoçamos, gargalhamos, e ele até me fez cócegas no primeiro encontro, acreditam? Eu pensei: “que ousadia é essa, menino?” haha. Depois, fomos para um shopping, ele comprou um livro para mim e novamente me questionei “ele está tentando me impressionar?” rs. Quando a tarde estava terminando, ainda estávamos em êxtase, o encontro uma hora tinha que terminar, não é?

Durante a semana, não paramos de nos falar, era mensagem toda hora. E logo, saímos novamente, para um outro parque, desta vez a noite. Sentamos embaixo de uma árvore, em frente a um lago, e uma lua cheia enorme; o Eduardo tirou um papel da sua mochila e disse que queria ler algo para mim, era um poema escrito por ele (ai meu Deeeus!), o meu coração começou a derreter rs. Nós não sabíamos, mas naquele dia e hora, haveria uma apresentação de fontes no lago, e de repente, as fontes começaram a “dançar” com um jogo de luzes; patinhos saíram do lago e chegaram até os nossos pés...parecia cena de cinema! O céu conspirava a favor do Eduardo!

No encontro seguinte, fomos para uma gruta e ele dizia que tinha uma surpresa para mim (sério? Mais outra? rs). Ele pegou o seu violão e começou a tocar, e como se não bastasse, começou a cantar uma música escrita por ele também! Nessa música ele dizia sobre o momento em que me viu e começou a me conhecer. Ai, ai...esse Eduardo, já havia me conquistado, mas, ainda não sabia rs.

Por fim, numa outra saída, nós nos declaramos um para o outro, dizemos o que sentíamos, e senti a mão dele encostando a minha, nesse momento devo ter ficado vermelha rs, e finalmente, ele me pediu em namoro. E, é claro que eu disse sim!

Felizes da vida estamos até hoje, trocamos mensagens românticas, ele já me fez outros poemas, eu fiz presentes, porque gosto de fazer os seus presentes com as próprias mãos, já recebi outras rosas colombianas, buquês entregues em casa e pessoalmente, cartões, chocolates...enfim, o que apenas nos falta é uma concretização disso tudo, o casamento! E tenho certeza que, com o blog e esses fornecedores tops, vamos conseguir o nosso sonho; e digo “nosso” porque já ouvi pessoas dizendo que “casamento é coisa da noiva”, mas o Eduardo quer isso tanto quanto eu. Nós dois sonhamos com o dia que será o mais importante das nossas vidas, o dia que diremos “sim” para o outro não apenas pelas suas qualidades, mas também pelo fato de que viver com o outro para sempre se tornou uma necessidade. Toda vez que pensamos no momento de nos vestir de noivos, num cenário perfeito, perto da natureza, com a luz do sol batendo em nós...os nossos corações aceleram, os nossos olhos enchem de lágrimas e a nossa esperança de um dia viver isso só aumenta!”

Dream Team dessa produção:

Produção:  Berries and Love, Atelier Girardi e Fica Vai Ter Bolo  | Assessoria: Fica Vai Ter Bolo| Acessórios: Atelier Girardi | Espaço: Fazenda Santa Gertrudes | Fotografia: Alê Marques | Filmagem: Rodrigo de Paula | Vestido da noiva: Natkat Bridal | Decoração: Gra Barrivieira| Papelaria: Ivory – Marcela Staub | Música: Grupo Trítono Bonacelli | Beleza: Silvia Brito | Traje noivo: Villa Roma | Bolo e doces: Da Duquesa | Sapato da noiva: The Day Shoe | Celebrante: Fer Cae